Dívidas Bancárias



As dívidas bancárias, que milhões de pessoas contraem junto a instituições do Sistema Financeiro, podem ser enfrentadas judicialmente. Boa parte delas é originária de processos abusivos de acumulação de encargos e de capitalizações de juros fora das condições combinadas.

Normalmente, os bancos deixam as dívidas dos clientes – pessoas jurídicas e físicas fragilizadas – atingirem os níveis mais elevados, até esses se tornarem inadimplentes. Um mesmo banco credor, tomando como referência esse limite absurdo de endividamento, fruto de todo tipo de abusos, o refinancia em longas e “suaves” prestações, cuja aceitação implicará o pagamento da dívida original várias vezes.

As pessoas devem ter consciência de que elas têm direitos, cuja violação pode ser contestada, de acordo com a análise do caso, junto ao Poder Judiciário.

Caroline de Souza Teixeira – Sociedade Individual de Advocacia
Assessoria e Consultoria Jurídica
(18)3305-8536
 WhatsApp(18)99721-7869