Empresas de Telefonia



As empresas de telefonia, ao lado de bancos e financeiras, são, disparadamente, as “campeãs” na transgressão dos direitos dos consumidores brasileiros e seu comportamento desrespeitoso com os mesmos inunda, diariamente, o Poder Judiciário com milhões de ações judiciais.

Negativações indevidas, suspensões abusivas de serviços, cobranças indevidas e vendas de planos em desacordo com o solicitado por clientes são alguns exemplos de violação de direitos de empresas e pessoas entre tantos.

Isso sem falar na baixa qualidade de serviços diretamente prestados, em praticamente todos os níveis, seja na insuficiência de coberturas, com inerentes custos elevados, ou, até mesmo na precária condição de envio e recepção de voz e dados, que torna, frequentemente, o processo de comunicação por telefonia uma triste aventura.

Consumidores terminam por se tornar vítimas desse setor, que prefere crescer em quantidade (e lucrar mais), mas sem também cuidar da manutenção da qualidade e excelência de seus produtos e serviços, respeitando o consumidor.

As pessoas devem ter consciência de que elas têm direitos, cuja violação pode ser contestada, de acordo com a análise do caso, junto ao Poder Judiciário.

Caroline de Souza Teixeira – Sociedade Individual de Advocacia
Assessoria e Consultoria Jurídica
(18)3305-8536
 WhatsApp(18)99721-7869